Início arrow Revista de Imprensa
Revista de Imprensa
Construção e imobiliário vão ter confederação Imprimir E-mail

Público, 03.06.2009, Luísa Pinto

Os empresários da construção civil e das obras públicas estão apostados em conseguir convencer a opinião pública a mudar a má imagem que existe do sector. O principal argumento que têm para esgrimir é o do peso que a fileira da construção tem na economia portuguesa - é responsável por 5,5 por cento do produto interno bruto, metade do investimento nacional e mais de 500 mil postos de trabalho.

Ler mais...
Sem Terreiro nem Paço Imprimir E-mail

Público, 02.06.2009, Margarida Saavedra, Vereadora do PSD na Câmara Municipal de Lisboa

Há perdas que são colectivas: quando um denominador comum desaparece ou, mercê de diversas circunstâncias, se transfigura, todos ficamos mais pobres. Quando essas circunstâncias se devem a factores externos (um terramoto, um bombardeamento, etc) mesmo as sociedades mais diversificadas são capazes de concentrar esforços para a sua recuperação.

Ler mais...
Notáveis assinam petição pela Praça do Comércio Imprimir E-mail

Público, 02.06.2009, Ana Henriques

O ex-presidente da Sociedade Frente Tejo, José Miguel Júdice, é uma das figuras que assinou a petição on-line que exige a abertura de um debate público sobre a remodelação da Praça do Comércio. "O urbanismo, numa sociedade democrática, tem de se basear na auscultação dos cidadãos antes das decisões, sobretudo no caso do Terreiro do Paço", escreveu o advogado no espaço reservado aos comentários.

Ler mais...
O Terreiro do Paço que ficou na gaveta Imprimir E-mail

i, Enrique Pinto-Coelho, 01.06.09

Não tem losangos, nem corredor central, nem carros. O projecto dos arquitectos José Adrião e Pedro Pacheco para o Terreiro do Paço foi aprovado por concurso público e teve uma vida longa: entre 1992 e 2000 atravessou todas as fases até ser entregue, já como projecto de execução, à Câmara de Lisboa. Custou cerca de 10 mil euros aos contribuintes. E ficou na gaveta.

Ler mais...
Évora acolhe primeiros "novos povoadores" Imprimir E-mail

Público, 01.06.2009, Maria Antónia Zacarias

O centro histórico de Évora vai receber as primeiras dez famílias oriundas dos grandes centros urbanos que indicaram este concelho como a primeira opção para viver. Estes agregados familiares vão mudar-se para a cidade alentejana entre Agosto e Setembro deste ano e fazem parte, com outras 20 famílias, dos três projectos-piloto da iniciativa Novos Povoadores, que também inclui Trás-os-Montes e a zona centro do país.

Ler mais...
<< Início < Anterior 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 Seguinte > Fim >>

Resultados 163 - 171 de 366
 
actas encontro 2022
actas encontro 2021
actas encontro 2019