Início arrow NOTICIAS
Bairro da Sé desanimado com reabilitação Imprimir E-mail
Regional e Local
Quinta, 21 Janeiro 2010

10.01.15, Público, Jorge Marmelo

"É assim que nos sentimos, enterrados, mas vivos, que é a pior das vidas." A frase consta de uma carta que o Grupo de Apoio do Bairro da Sé (GABS) escreveu no mês passado ao presidente da Câmara do Porto, Rui Rio, e sintetiza o espírito de desânimo que caracteriza o documento. A associação cívica - que há mais de trinta anos tenta ver melhoradas as condições de vida no bairro onde o Porto nasceu - considera que a expectativa gerada com a criação da Sociedade de Reabilitação Urbana (SRU) Porto Vivo não se cumpriu e que, por isso, a Sé continua a degradar-se.

Ler mais...
Estacionamento a um metro de varandas em Gaia Imprimir E-mail
Nacional
Quinta, 21 Janeiro 2010

10.01.15, Público, Aníbal Rodrigues

A inauguração do Parque de Estacionamento do Centro Histórico de Gaia, na Rua de Guilherme Gomes Fernandes, ficou ontem marcada pelos gritos de indignação de um casal que vive num prédio ao lado. O parque, com 107 lugares, dispõe de rés-do-chão e de mais dois pisos (1 e 2), sendo que os dois primeiros são cobertos e o último ao ar livre. A cerimónia de inauguração, no piso 1, aproximava-se já do final quando se começaram a ouvir os gritos de Maria Correia e Júlio Peixoto, indignados por terem construído um estacionamento aberto a cerca de um metro da sua varanda.

Ler mais...
Vila Franca de Xira investe na requalificação ribeirinha Imprimir E-mail
Regional e Local
Quinta, 14 Janeiro 2010

10.01.14, Público, Jorge Talixa

O programa comunitário Parcerias para a Regeneração Urbana vai financiar o projecto de requalificação de toda a frente ribeirinha do concelho de Vila Franca de Xira entre o Sobralinho e a Póvoa de Santa Iria. A candidatura, aprovada na semana passada, envolve um investimento global de 8,6 milhões de euros e a criação de quatro parques urbanos, de um centro ambiental, de um observatório de aves e de um museu da comunidade avieira e dos barcos do Tejo.

Ler mais...
Mercado da reabilitação vale 200 mil milhões de euros Imprimir E-mail
Nacional
Quarta, 13 Janeiro 2010

10.01.12, Público, Luísa Pinto

Com muitas dificuldades e extrapolações, mas através de uma metodologia que é amplamente explicada no estudo que ontem divulgou, a Associação de Empresas de Construção Civil e Obras Públicas (AECOPS), presidida por Ricardo Pedrosa Gomes, quantifica em 200 mil milhões de euros a globalidade das carências que existem em Portugal em matéria de obras de reabilitação e conservação de todo o património edificado.

Ler mais...
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Seguinte > Fim >>

Resultados 33 - 40 de 437
 
actas encontro 2015
actas encontro 2013
actas encontro 2010
actas encontro 2009
actas encontro 2008